CENTRO PILOS INAUGURA SEU SETOR DE MICROPIGMENTAÇÃO CAPILAR




CENTRO PILOS INAUGURA SEU SETOR DE MICROPIGMENTAÇÃO CAPILAR

A micropigmentação capilar (MPC) é um grande auxiliar da cirurgia da calvície, podendo ser um complemento ao trabalho cirúrgico ou mesmo como um procedimento não- cirúrgico único. Em inglês a sigla é SMP: scalp micropigmentation (micropigmentação do escalpe). Serve para pigmentar, com uma tinta especial, a derme do couro cabeludo, camuflando áreas descobertas ou “apagando” cicatrizes. A MPC serve para as seguintes finalidades:

  • [1] Escurecer determinadas áreas do couro cabeludo que foram transplantadas e ficaram com densidade baixa;
  • [2] Pigmentar áreas, como a coroa, que não puderam ser cobertas por falta de área doadora;
  • [3] Em casos de calvície extensa, sem possibilidade de cirurgia, a MPC permit criar um “sombreado”, dando a impressão que a pessoa tem uma penuge cobrindo toda sua área calva;
  • [4] Camuflar cicatrizes que ficaram muito visíveis. Como o tecido cicatricial é branco, uma cicatriz pode ficar mais aparente através do cabelo curto. Aplicando a pigmentação, a cicatriz tende a “desaparecer”, possibilitando ao paciente usar seu cabelo mais curto.

Dr. Henrique tem muito prazer em estar fazendo uma parceria com a Sra. Paola Cardoso, conhecida especialista em micropigmentação no Rio de Janeiro. Paola tem mais de sete anos de experiência nesta área; seu trabalho demonstra um cuidado excepcional com a aplicação do pigmento, assegurando resultados delicados e muito naturais.

O procedimento é realizado no Centro Pilos, não havendo necessidade de anestesia local por ser praticamente indolor. É necessária uma avaliação prévia pelo médico junto com a Paola para um correto planejamento.

À seguir, Paola escreve um texto sobre seu trabalho.

Dr. Henrique

O que é micropigmentação capilar?

Micropigmentação capilar (MPC) representa uma combinação de técnicas de micropigmentação cosmética com a micropigmentação paramédica; são procedimentos derivados da tatuagem artística, porém totalmente diferentes.

Durante o processo de micropigmentação capilar, uma fina agulha é utilizada para depositar o pigmento em pequenos pontos dentro das camadas superiores da pele do couro cabeludo. Cada ponto replica um folículo de cabelo raspado individual. Quando combinado com milhares de outros pontos e misturados habilmente com o restante do cabelo real, ou mesmo na ausência de cabelos, é criada uma ilusão de uma cabeça cheia de cabelo raspado. Com isso, a MPC permite criar a aparência mais ampla, mais grossa e cheia de cabelo, recriando a linha de perfis laterais de forma natural, camuflando cicatrizes causadas por transplantes capilar (FUE/ FUT),camuflando também cicatrizes como conseqüência de acidentes, queimaduras, ou marcas de nascença.

A MPC é uma auxiliar importante do trabalho do cirurgião, pois fornece densidade adicional ao trabalho de transplante capilar já realizado.

Qual é o intervalo ideal para cada sessão?

O intervalo mínimo para cada sessão de micropigmentação capilar masculina é de 14 dias, e geralmente este procedimento leva de 2 a 4 sessões. No caso da micropigmentação feminina, o intervalo é de 30 dias e geralmente leva de 2 a 3 sessões.

OBS: Finalizando a última sessão de cada procedimento, é necessário uma reavaliação após 30 dias para verificar se há necessidade de algum retoque.

Quais os cuidados após o procedimento?

  • - Lavar com shampoo hidratante (de cor branco);
  • - Lavar com água morna ou fria, nunca quente;
  • - Durante uma semana não comer certos tipos de alimentos, como: frutos do mar, chocolates e frituras.

Paola Cardoso